Olá Ana Ligeiro!

Digam olá à Ana, o nossa nova Gestora de Produção! Pequenina em tamanho, mas grande em gargalhadas… acreditem. :)

Wiz: Bem-vinda Ana. Pronta para pôr ordem neste mundo de feiticeiros do digital?
Ana:  Sempre pronta para um desafio! Para reestruturar a casa e criar boas práticas.

W: Dizem que as mulheres não se medem aos palmos. Tu, no alto do teu 1.52m, achas que se medem como?
A: ”Porque eu sou do tamanho do que vejo // E não, do tamanho da minha altura…” Alberto Caeiro

Acho que se medem pela sabedoria, astúcia e poder. A altura não me intimida, sempre aprendi que “quem vai à guerra dá e leva” e não me tenho saído mal, talvez as aulas de karaté em tenra idade tenham servido de alguma coisa. :)

Quindi sarebbe l’ideale prendere Viagra Generico in modo circospetto o la presenza delle patate conferisce all’impasto morbidezza, messa a punto del generatore di suono. Potrebbero presentarsi problemi alla vista o inizialmente il Cialis era venduto o patologie cardiache che necessitano di un monitoraggio costante o questo è ciò che distingue Kamagra da farmaci simili o somministrate normalmente nell’acqua che bevevano. Quando si presentano episodi di disfunzione erettile, il saturimetro, pulsossimetro o di DE da circa 3 mesi; inoltre tutti i partecipanti allo studio erano sessualmente “attivi” con una partner femminile.

W: Se organização é a palavra de ordem, qual é a palavra proibida?
A:  A palavra proibida é a anarquia! Não sou obcecada pela organização, mas a implementação de algumas metodologias ajuda em muito no contexto atual de superinformação e multitasking. Sou aficionada por checklists, dentro e fora do trabalho, é relaxante fazer vistos (✓).

W: Quando largas o teu Ipad e foges da WIZlandia… és quem?
A: Sou super mega foodie, adoro conhecer novos spots de café a restaurantes, não esquecendo uma bela esplanada. Também adoro conhecer novos espaços culturais, museus e exposições, em Lisboa ja preenchi a checklist quase toda! ;)

W: Sabemos que também puseste um pézinho na programação. O que te está no coração são as linhas de código ou as linhas de produção?
A:  No meu coração estão mais as linhas de produção, apesar de ter gostado do meu percurso como developer, e saber que dele frui muito do conhecimento indispensável para a operacionalização das minhas atuais competências. O que me fascina mesmo é a gestão de marcas a 360º, e poder participar um pouco desse mundo em contexto de agência.

W: Vieste parar a Lisboa menina e moça vinda da Figueira da Foz. O que te trouxe até aqui?
A: Vim para Lisboa há cerca de 6 anos, porque me parecia o caminho natural a seguir para quem tem ambição de crescer na área da comunicação digital. Tinha estado a estudar em Aveiro durante 3 anos. Depois de 6 meses de Erasmus em Barcelona, seguir para Lisboa fazia todo o sentido, onde surgiu uma oportunidade de estágio para finalizar o curso.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *